FRESH CUT Plus

FRESH CUT Plus

O que é FRESH CUT® Plus Liquid?

FRESH CUT Plus é uma mistura de diversos ácidos orgânicos que apresentam eficacia contra uma ampla variedade de cepas de fungos, auxiliando no processo de conservação da silagem.

Essa mistura é tamponada para melhorar a segurança de funcionários e equipamentos, e está disponível em uma variedade de tamanhos e recipientes, a fim de atender à qualquer necessidade de volume.

Os ingredientes de sua formulação ajudam a estabelecer um ambiente favorável para o desenvolvimento de bactérias benéficas no processo de silagem, podendo ser usado em forrageiras, silagem de milho e silagens de grão úmido para promover uma fermentação mais uniforme, reduzindo o aquecimento e a perda de matéria seca.

O blend de ácidos orgânicos do FRESH CUT Plus ajuda a promover uma acidificação imediata, formando um ambiente ideal para as bactérias na produção de ácido láctico (LAB) e permitindo a fermentação adequada da silagem. Além disso, mantem o pH apropriado para as bactérias presentes na silagem quando os açúcares estão em quantidade insuficiente.

Desta maneira, FRESH CUT Plus ajuda a alcançar mais rapidamente a estabilidade da silagem.

FRESH CUT Ácido Propiônico

Figura 1. Ação do Ácido Propiônico no FRESH CUT Plus.

FRESH CUT Ácido Benzóico

Figura 2. Ação do Ácido Benzóico no FRESH CUT Plus.

FRESH CUT Ácido Acético

Figura 3. Ação do Ácido Acético no FRESH CUT Plus.

Características e Benefícios

  • Estabelece uma rápida barreira ao crescimento de fungos produtores de micotoxinas logo no início do ensilamento;
  • Reduz crescimento de fungos e leveduras na face e superficie do silo;
  • Reduz o descarte de materiais contaminados por fungos;
  • Permite a fenação com maior teor de umidade;
  • Reduz perdas ocasionados pela respiração celular do material ensilado.

Modo De Uso

Modo de Uso Fresh Cut

Figura 4. Modo de uso do FRESH CUT Plus.

O Que Ocorre Quando Você Ensila Forragens?

Nos 45 a 60 dias do processo de fermentação de um silo, existe uma etapa crítica logo nos primeiros 7 a 10 dias. Esta fase, chamada de fase aeróbica, é caracterizada por um alto pH com presença de oxigênio: um ambiente propício ao desenvolvimento de fungos e leveduras produtores de micotoxinas. ¹

Processo de Fermentação do Silo

Figura 5. Etapas da fermentação de um silo.

Os fungos ainda competem com os lactobacilos, responsáveis pela produção de ácido lático. Este é responsável pela redução de pH e conservação da silagem.

O Que Mais Pode Dar Errado?

O lactobacilo trabalha bem em materias ensilados com 30% a 40% de Matéria Seca, em material bem compactado com baixo nível de Oxigênio. Infelizmente, esta não é um regra no momento de ensilagem. Muitos materiais apresentam alta umidade e níveis de oxigênio.

A alta umidade, além de dificultar o trabalho do lactobacilo, promove um ambiente que favorece a presença de clostrídeos, o que representa um risco para saúde alimentar dos rebanhos.

Já um ambiente com muito oxigênio, além de proporcionar o crescimento de fungos, ainda  promove outras rotas fermentativas que acabam por esquentar o material ensilado, causando perda de nutrientes - sobretudo os açúcares presentes no material. ²

Lactobacilo em diferentes ambientes

Figura 6. Reação do lactobacilo em ambientes com diferentes níveis de umidade.

Porque Usar Ácidos Orgânicos?

Os ácidos orgânicos, principalmente o ácido propiônico, possuem uma longa história de uso para a preservação da silagem. Eles têm a característica de desestabilizar o ambiente para proliferação de fungos e leveduras que competem com o protagonista do processo de silagem: o lactobacilo.

Além disso, descartes associados a contaminação por fungos podem chegar a 25% do material ensilado. Se fornecidos aos animais, podem acarretar problemas associados a intoxicação por micotoxinas como Zearalenonas, Fumonisinas e Aflatoxinas. ³

Patologias provocadas por micotoxinas

Figura 7. Principais patologias causadas por micotoxinas.

Teste em Feno Realizado na Califórnia pela Kemin

Em um teste realizado pela Kemin na Califórnia, o produtor recuperou maiores quantidades de matéria seca por fardo quando os fardos foram tratados com FRESH CUT Plus. O enfardamento com maior umidade e a aplicação de FRESH CUT Plus, utilizando doses recomendadas, colheram aproximadamente 19% mais matéria seca (MS) de alfafa por hectare de campo.

Os gráficos à seguir mostram os resultados obtidos teste:

Peso do Fardo em Matéria Seca

Gráfico 1. Peso do Fardo em Matéria Seca no Teste realizado na Califórnia.

Qualidade do Fardo em Matéria Seca

Gráfico 2. Qualidade do Fardo em Matéria Seca no Teste realizado na Califórnia.

Ficou comprovado que a aplicação de FRESH CUT Plus na dose recomendada reduziu a contagem de fungos (P <0,01) e leveduras (P <0,05) em feno de alfafa, em comparação com o controle. Misturas de ácidos orgânicos, como FRESH CUT Plus, são efetivos na redução do crescimento de fungos e leveduras ao longo do tempo, como foi observado nos resultados do teste.

 

Referências:

¹ e ². Pitt, R.E. 1990. Silage and Hay Preservation. NRAES – 5. Natural Ressource, Agriculture and Engineering Service. Ithaca, NY.

³. Pelhate, J. 1973. Stabilisation de la mycoflore de maïs-grains humides ensilés. Ann. Tech. Agric. 22:647-661.

 

Figuras:

1. Pelhate, J. 1973. Stabilisation de la mycoflore de maïs-grains humides ensilés. Ann. Tech. Agric. 22:647-661.

2. Pelhate, J. 1973. Stabilisation de la mycoflore de maïs-grains humides ensilés. Ann. Tech. Agric. 22:647-661.

3. Pelhate, J. 1973. Stabilisation de la mycoflore de maïs-grains humides ensilés. Ann. Tech. Agric. 22:647-661.

4. Kemin

5. Pitt, R.E 1990. Silage and Hay Preservation. NRAES-5. Natural Resource, Agriculture, and Engineering Service. Ithaca, NY.

6. Kemin

7. Kemin

 

Gráficos:

1. Kemin

2. Kemin

 

 

Have a Question About FRESH CUT® Plus ?