Woman holding a tablet with the word Quality.

September 29,2020

Digitalização da Qualidade

Entrevista com Rubia Ferreira – Analista de Qualidade da Kemin Food Technologies.

Devido à pandemia de COVID-19, muita coisa mudou em relação ao controle de qualidade e segurança dos alimentos. Quais ações foram tomadas para manter as pessoas e os produtos seguros?

De forma geral, devido à pandemia houve a implementação de muitas novas medidas para segurança, principalmente no que se trata das pessoas que tem contato direto com a manipulação dos ingredientes e alimentos. O controle de higiene dos operadores, que sempre foi bem rigoroso, teve que ser ainda mais reforçado. Além das medidas obrigatórias, como o distanciamento social, uso de máscaras e álcool em gel, a Kemin tem feito muitas ações para combate à COVID-19.

Um exemplo foi a implementação de uma nova técnica de limpeza das áreas industriais e do escritório. Esse novo procedimento de limpeza acontece de maneira similar ao processo de desinfecção hospitalar, reforçando a segurança biológica do ambiente. Esse processo tem o objetivo de manter todos os colaboradores seguros e garantir que estamos entregando produtos seguros aos nossos clientes.

Houve também mais digitalização de processos de qualidade na Kemin?

A pandemia trouxe muitas ideias novas em relação à digitalização do departamento de qualidade e seus processos burocráticos. Na Kemin, a transformação digital já está acontecendo e é um processo contínuo. Claro, o serviço remoto e o distanciamento social acelerou muito tudo isso e fez todo mundo se adaptar.

Um exemplo, foi a realização do maior evento global da Kemin sobre pesquisas e inovação, o Worldwide Scientific Meeting, que dessa vez aconteceu online e permitiu mais acessibilidade ao conteúdo. Outro exemplo, totalmente focado em qualidade, foi a realização do exercício de recall, o qual aconteceu online pela primeira vez! Fizemos toda a rastreabilidade do produto de forma online!

Como funciona o Desafio de recall?

De acordo com a RDC 275 de 2002 da ANVISA, um dos requisitos obrigatórios para a indústria de alimentos é a simulação do recall de produtos. A empresa tem responsabilidades sobre seu produto e deve conseguir rastrear toda a cadeia de produção. Isso envolve o controle do fluxo de produção, desde a matéria prima até o consumidor, bem como o inverso, sendo possível rastrear a partir do consumidor, toda a linha de trás para frente, até as matérias-primas.

No mês de agosto de 2020, o departamento de qualidade da Kemin Food Technologies organizou um treinamento sobre recolhimento de produtos e também fez a simulação do recall. Normalmente, esse exercício de recall já é um desafio complexo, pois envolve muitos departamentos e muitas pessoas. Nesse ano, participaram membros do departamento de qualidade, de assuntos regulatórios, de logística, de atendimento ao cliente, da produção e da diretoria. Foi um desafio realizá-lo online!

Antigamente, todos estavam na Kemin. A comunicação sempre foi bem fácil e rápida. Esse ano, parte dos participantes estava em home office, parte no escritório e parte na fábrica. Mesmo com a distância, e graças aos bons meios de comunicação e de armazenagem de dados, foi possível realizar a simulação de recolhimento com sucesso, eficiência, rapidez, totalmente conectado e dentro das conformidades requeridas.

Em sua opinião, essas mudanças vieram para ficar, ou são temporárias?

Muita coisa veio para ficar! A pandemia está nos mostrando que é possível se adaptar ao novo. Hoje, somos muito menos dependentes de espaços físicos, não precisamos mais imprimir tantos papéis, e conseguimos viver sem o telefone das mesas do escritório. Claro, hoje somos mais dependentes das chamadas de vídeos, dos aplicativos de digitalização de documentos e de equipamentos para ergonomia em casa. Mas, tudo isso era inimaginável há pouco tempo. Estamos vivendo grandes transformações e fico feliz em ver que o departamento de qualidade faz parte dessa mudança.

 

Rubia Ferreira

Rúbia Ferreira é Engenheira de Alimentos e sua história com qualidade começou desde os tempos da faculdade. Hoje, a Rúbia atua como Analista de Qualidade da Kemin Food Technologies, estando envolvida em todos os processos de controle, gestão e garantia da qualidade.

Conheça mais sobre os serviços e a qualidade da Kemin, clicando aqui 😊