Você está visualizando América do Sul

kessent 0-1

A nova metionina protegida da Kemin!

Publicado August 16, 2021
Compartilhar

A produtividade das vacas leiteiras aumentou consideravelmente nas últimas décadas. Três áreas do sistema produtivo são as principais responsáveis por esse aumento: melhoramento genético, manejo/ambiência e nutrição. A nutrição de vacas leiteiras vêm avançando ano após ano. Neste âmbito a nutrição proteica tem avançado continuamente, saltando de exigências de proteína bruta, a requerimentos de aminoácidos específicos nos dias atuais. Como base nos alimentos comumente utilizados na formulação de dietas para vacas leiteiras no Brasil, os aminoácidos lisina e metionina são deficientes em muitas formulações. Desta forma a suplementação das dietas com lisina e metionina são necessárias para a máxima performance e eficiência produtiva das vacas.

Aminoácidos protegidos da degradação ruminal permitem a nutrição de precisão em ruminantes. Entretanto, a eficácia dependem da habilidade de proteção ruminal e a biodisponibilidade para absorção intestinal. A KEMIN®, mundialmente conhecida pelo amplo portifólio em produtos encapsulados para ruminantes, traz ao mercado brasileiro uma nova linha aminoácidos, a linha KESSENTTM. O KESSENTTM M, a nova metionina da KEMIN®, conta com a mais nova tecnologia de encapsulamento, com alta homogeneidade, estabilidade e eficácia.

Um estudo foi conduzido na Universidade de Delaware nos EUA para avaliar a efetividade do KESSENTTM  M. Doses crescentes foram fornecidas as vacas e foi avaliado o quanto deste aminoácido seria encontrado na circulação sanguíneas destes animais. Como evidenciado na Figura 1 a suplementação com KESSENTTM M resultou em um aumento consistente na concentração plasmática de metionina. A medida que o KESSENTTM M foi suplementado na dieta das vacas mais metionina foi absorvida, aumentando a concentração no plasma das vacas.

Os dados de absorção e proteção contra a degradação ruminal são extremamente importantes para auxiliar o nutricionista na formulação das dietas. Tão importante quanto estes dados são os dados de performance animal. Com o intuito de avaliar as respostas produtivas a KEMIN® realizou diversos  estudos de campo, onde o objetivo foi avaliar a produção de leite, consumo de alimento, produção de gordura e de proteína. Nestes estudos as dietas balanceadas para metionina, com a suplementação do KESSENTTM M foram comparadas com a mesma dieta sem a suplementação, grupo controle.

Para compor estes estudos foram utilizadas mais de 3.000 vacas em lactação, onde a suplementação de KESSENTTM M, em média 17 g por vaca por dia, foi suficiente para atingir os requerimentos de metionina (CNCPCv6.55). Um compilado destes estudos demonstrou que as vacas suplementadas com KESSENTTM M foram mais eficientes para produzir leite e os componentes do leite. A produção de leite corrigido para energia foi 2,4 kg superior comparado ao grupo controle, com mais gordura, proteína e caseína. 

A KEMIN® mais uma vez sai na frente no mercado de nutrição animal, ampliando ainda mais o leque de opções, ajudando as fazendas leiteiras se manterem produtivas assegurando produtos tecnológicos e eficientes.  A linha KESSENTTM M chega para somar ao maior portifólio de aminoácidos do mercado. Garantindo eficiência e seguranças aos produtores de leite.

Figura 1: Análise de regressão da metionina no plasma em resposta a suplementação com KESSENTTM M. 

Artgo kessent

Leandro Greco, Ph.D. 

Technical Services Manager - Ruminants 

Animal Nutrition & Health division, South America